212 215 306
913 080 555


Visite-nos!

Dúvidas frequentes

A partir de quando e com que frequência a criança deve ir ao Dentista?

A primeira consulta deve realizar-se no primeiro ano de vida, quando “nascem” os primeiros dentes. Nessa consulta pode avaliar-se o estado de saúde oral da criança, fazer recomendações sobre as consequências de futuros hábitos nocivos e estabelecer programas de atitudes preventivas, no sentido do estabelecimento de uma boa higiene oral e alimentar.

Quando erupcionam (nascem) os dentes de leite?

Os dentes de leite erupcionam, geralmente, a partir dos 6 meses de idade. No entanto, há crianças que têm dentes mais cedo e outras em que os primeiros dentes só erupcionam por volta dos 24 meses, ou mais tarde.

É grave quando não erupcionou nenhum dente com 1 ano de idade?

Há crianças que são menos precoces na erupção dos dentes, no entanto, se tiver alguma dúvida visite o Médico Pediatra ou Médico Dentista. A partir do 13º mês devem ser procuradas outras patologias.

Qual a sequência de erupção dos dentes de leite?

Os primeiros dentes de leite a erupcionar são os incisivos centrais inferiores, por volta dos 6 meses de idade, seguindo-se os incisivos centrais superiores e os laterais (já perto do 12º mês). Por volta dos 18 meses erupcionam os primeiros molares de leite, e aos 2 anos e meio, em média, a erupção dos dentes de leite fica completa com os caninos e segundos molares, perfazendo os 20 dentes que constituem a dentição de leite (ou decídua).



A erupção de dentes provoca mal-estar no bebé?

Durante a erupção dos dentes a criança pode apresentar apresenta gengivas inflamadas, aumento da salivação, perda de apetite, o que provoca algum desconforto. Por esse motivo, é normal que a criança coloque as mãos na boca, bem como alguns objectos que podem estar "sujos". Assim, a criança está sujeita a pequenas infecções na boca ou mesmo gastrointestinais.

Deve-se dar flúor em comprimidos aos bebés?

A Direcção Geral de Saúde não aconselha o uso de flúor em comprimidos ou gotas nos bebés e crianças por rotina. Só está aconselhada a sua prescrição em casos graves de cárie dentária, a partir dos 3 anos, por indicação médica.

Porque é importante tratar os dentes de leite?

Uma das funções dos dentes de leite é manter o espaço necessário para que o dente definitivo erupcione no sítio correspondente. Se a criança perde o dente numa idade muito precoce, os dentes adjacentes tendem a ocupar esse espaço que estava reservado para o dente definitivo. Assim, secundariamente este pode ficar retido ou erupcionar num sitio anómalo, levando à má posição dentária e ao apinhamento. Os dentes de leite têm ainda uma importante função na estética, na mastigação e na fonética da criança, sendo que estas podem ficar comprometidas se a criança perder os dentes precocemente.

Quando erupcionam os dentes definitivos?

A erupção dos dentes definitivos inicia-se por volta dos 6 anos de idade, com a erupção dos 1ºs molares definitivos. Estes nascem atrás dos dentes de leite, sem que caia nenhum dente decíduo sendo que a sua erupção pode passar despercebida. Como a criança ainda não tem destreza suficiente para lavar sozinha, de forma eficaz, os dentes, e estes quando erupcionam ainda não estão completamente mineralizados, as cáries podem formar-se e progredir rapidamente.

Em que dentes se fazem selantes de fissura?

Os selantes de fissura são aconselhados após a erupção do primeiro dente definitivo. No entanto, se uma criança desenvolve cáries dentárias em dentes de leite, a aplicação de selantes de fissura poderá ser encarada como medida de prevenção.

Porque é que os dentes do meu filho nascem sem caírem os de leite?

Os dentes de leite têm raízes tão grandes como os definitivos. Quando o dente definitivo se começa a formar, à medida que vai tentando sair do osso, vai reabsorvendo a raíz do dente de leite. Assim, quando está quase a nascer, já reabsorveu toda a raíz do dente de leite- este deixa de ter suporte e cai. Se o dente definitivo não estiver na direcção do dente de leite, vai erupcionar noutro lugar e o dente de leite não cai. Nessas situações tem de ser feita a sua extracção pelo Médico Dentista.

O que fazer em caso de fratura de um dente?

Quando se fractura um dente, a criança deve ser observada de imediato por um Médico Dentista. Se apenas o esmalte estiver fracturado pode optar-se por polir os bordos do dente e não efectuar nenhuma restauração mesmo que seja um dente definitivo. Se a fractura for mais extensa pode ser necessário fazer uma restauração, desvitalizar o dente ou até mesmo proceder à sua extracção.

O que fazer quando existe a perda de um dente de leite por uma queda ou embate?

A criança deve ser levada de imediato ao Médico Dentista. Se for necessário será efectuada uma radiografia para confirmar que não existem fragmentos retidos e que não há fracturas de outras estruturas. No caso de conseguir recuperar o dente é importante guardá-lo e mostrar ao Médico Dentista.
Nos dentes de leite não está indicada a sua reimplantação, pois pode danificar o dente definitivo correspondente.

O que fazer quando existe traumatismo com perda de um dente definitivo?

Quando por um traumatismo existe a perda de um dente definitivo a sua reimplantação está indicada e deverá ser efectuada o mais rápido possível.
Após o traumatismo, procure exaustivamente o dente, lave-o em água ou soro e coloque-o submerso em água ou soro. Também pode pedir à criança que o deixe na boca, na zona da bochecha, caso as outras alternativas não sejam possíveis. Dirija-se o mais rapidamente possível a uma consulta de Medicina Dentária onde o Médico Dentista avaliará a possibilidade de se reimplantar o dente. A taxa de sucesso da reimplantação será tanto maior quanto menor o tempo de espera entre o acidente e o tratamento.

A chupeta estraga os dentes?

Até aos 3 anos de idade as alterações que possam ter ocorrido na cavidade oral são reversíveis. Durante o uso da chupeta nunca deve adicionar açúcar ou mel na chupeta. O uso de chupeta ou do hábito de “chuchar o dedo” para além dos 4 anos pode provocar alterações esqueléticas e dentárias irreversíveis na sua criança.

O meu filho tem umas riscas pretas em todos os dentes. O que significam?

A pigmentação preta que se acumula nos dentes das crianças pode não ser causa de má higiene oral. Deve- se à presença de bactérias que têm pigmento. Este pigmento pode ser facilmente removido no consultório dentário.

O meu filho range os dentes. É grave?

Bruxismo é o termo médico que descreve o apertar e ranger dos dentes. Nas crianças ocorre frequentemente durante a noite, ou em períodos de maior stress e ansiedade.
Actualmente, e enquanto a criança tiver apenas dentes de leite está contraindicada a utilização de qualquer aparelho. A partir dos 6 anos de idade, quando já tiver dentição definitiva, deve ser feita uma avaliação e intervenção terapêutica.